Grupo de moradores faz manifestação em Guaratinga

Um grupo de moradores de Guaratinga realizou uma manifestação pelas ruas do centro cidade na noite de segunda-feira (02). A reivindicação dos manifestantes foi que providências sejam tomadas pelo poder público em relação à intensificação das buscas pela estudante Geovana Bonifácio, de 18 anos, que está desaparecida desde o último sábado (31).

A comunidade protestou nas proximidades da sede do 2º Pelotão da Polícia Militar, na Avenida Bahia, e em frente à casa da prefeita Christine Pinto, na Rua Augusto Costa. O grupo gravou vídeos pedindo a ajuda das autoridades para que todos os esforços sejam colocados em prática na tentativa de encontrar a adolescente.

[ads id="ads1"]

Um áudio da prefeita comentando sobre o caso circula nas redes sociais. “Tudo o que precisa ser mobilizado, está sendo mobilizado para uma busca que não é simples, pois tem chuva, tem mata. Falei com o comando da polícia geral e regional e eles não estão omissos em relação ao caso. O delegado também vai começar a investigação para dar um ponto de partida nas buscas”, informou a prefeita.

A Polícia Militar também enviou um comunicado informando que está procurando a adolescente desde o desaparecimento, mas que “fake news” têm atrapalhado as buscas. “Foram designados policiais militares do Setor de Operações de Inteligência e da Patrulha Rural da 7ª CIPM para, junto com o efetivo local e comunidade, auxiliarem na busca e localização da jovem, entretanto, alguns áudios e mensagens inverídicas têm atrapalhado a operação visto que direcionam os esforços em informações falsas”, diz um trecho da nota. 

A PM disponibilizou um telefone para que informações sobre a localização da jovem possam ser compartilhadas: (73) 99944-8533.

DESAPARECIMENTO

Geovana Bonifácio está desaparecida

De acordo com informações de familiares, Geovana Bonifácio, de 18 anos, saiu da casa onde mora com a família, na Rua Iracema Moura, centro da cidade, sem informar seu destino. Ela usava um vestido azul e amarelo.

A adolescente tem quadro de depressão profunda e já sumiu outras vezes, mas por períodos curtos de tempo. “A impossibilidade recente de realizar um curso nos Estados Unidos, que ela desejava muito, teria agravado as crises”, disse um familiar.

[ads id="ads2"]

Geovana foi vista pela última vez por moradores em uma região de mata na zona rural da cidade. Familiares e amigos têm feito buscas.

A família pode ser comunicada por meio dos telefones (73) 99855-9320, (73) 98135-3578 e (73) 98147-0216.