Escrivã havia se licenciado para concorrer a cargo de vereador

Uma escrivã da Polícia Civil foi encontrada morta dentro de casa, em Porto Seguro, neste domingo (08/11).

Maria Selma Lopes da Silva, 68 anos, havia se licenciado de suas funções na 1ª Delegacia Territorial para concorrer ao cargo de vereador nas eleições deste ano pelo Avante.

[ads id="ads1"]

Colegas de trabalho disseram que a escrivã esteve na Delegacia da Mulher sexta-feira pedindo votos.

No domingo, um sobrinho foi até a mesma a 1ª DT relatar que estava sentindo falta da tia na campanha eleitoral.

Os policiais, então, foram até a casa da escrivã, arrombaram a porta e a encontraram morta. O corpo estava na cama, já em estado de rigidez cadavérica.

[ads id="ads2"]

Segundo o delegado Moisés Damasceno, o televisor e o ventilador estavam ligados, mas não havia sinais de violência. Uma amiga suspeita que ela tenha sofrido um infarto.

O candidato a prefeito Jânio Natal (PL) emitiu nota lamentando a morte de Maria Selma. "Além de candidata da nossa coligação, ela fazia parte da nossa família e dos nossos sonhos. Que Deus lhe abençoe e a receba com amor e carinho", disse Jânio.