Drone foi utilizado para coibir crimes eleitorais

Com objetivo de coibir, monitorar e prevenir crimes eleitorais durante as eleições municipais, que ocorreram no domingo (15), aeronaves remotamente pilotadas (drones) foram utilizadas para sobrevoar os locais de votação em diversas cidades da região.

Em Porto Seguro, o Centro Integrado de Comunicações da Polícia Militar utilizou dois drones para sobrevoar os colégios eleitorais. 

[ads id="ads1"]

“Quando era verificado algum ponto com aglomeração, uma viatura era encaminhada ao local para fazer a dispersão de pessoas e/ou deter quem estivesse cometendo crime eleitoral”, explicou o capitão Márcio Henrique.

A maioria das ocorrências foi registrada no bairro Baianão. Ainda não há informação sobre a quantidade de pessoas detidas pelo crime de boca de urna no município.

Imagem de drone sobrevoando colégio em Itabela

A 189ª zona eleitoral, que compreende os municípios de Itabela e Guaratinga, também solicitou a utilização de dois drones durante a eleição. O equipamento foi cedido e operado pelos funcionários da empresa Start Comunicação, Alex Barbosa e Elisvelton Cabral.

[ads id="ads2"]

O equipamento permitiu a visualização de diversos pontos de aglomeração, principalmente em frente a colégios eleitorais dos dois municípios. Não há informações sobre pessoas detidas.

As imagens ficarão armazenadas na Justiça Eleitoral.