Jr. Dapé (detalhe da foto) pouco tempo após os tiros

Tiros disparados ao lado do escritório do ex-prefeito de Itabela, Jr. Dapé, levaram pânico para quem passava pelo cruzamento da Avenida Demétrio Guerrieri e Rua Presidente Médici, no centro de Eunápolis, na noite de quinta-feira (29/10). Pessoas que residem naquela região também ficaram muito assustadas.

Jr. Dapé, um dos principais coordenadores da campanha da candidata à prefeita Cordélia Torres (DEM), estava no local com familiares, seguranças, apoiadores e com, pelo menos, um candidato a vereador da coligação. Nenhum deles ficou ferido.

[ads id="ads1"]

Tudo começou, relata uma testemunha, quando um homem surgiu em um carro modelo Pálio. “De máscara e boné e com um porrete em uma das mãos, ele quebrou o vidro de outro veículo, de alguém ligado à campanha. O homem arrancou um pacote volumoso de dentro do carro, que estava estacionado local”, declarou.

Ainda segundo a testemunha, uma pessoa que estava com Jr. Dapé tentou impedir a ação. “Foi quando o homem sacou uma arma e começou a disparar”.

Quem passava de carro pela avenida ficou sem saber para onde ir. "Fiquei no meio de um fogo cruzado. Ouvi muitos tiros. Muita gente correndo", disse um motorista.

Jr. Dapé declarou que foi um assalto. Segundo ele, o bandido levou o carro. No entanto, a testemunha disse que o veículo não foi roubado. "O homem levou apenas o pacote. O carro, um Corsa, ficou algum tempo no local, com o vidro despedaçado. Depois, alguém o retirou dali, antes da chegada da polícia", destacou.

[ads id="ads2"]

No térreo do prédio onde está instalado o escritório de Jr. Dapé há um bar e restaurante. O ex-prefeito não confirmou se estava com o grupo no estabelecimento comercial ou no escritório no momento dos tiros.

O ex-prefeito de Itabela também não detalhou o que poderia estar dentro do pacote. A polícia deve analisar imagens de câmeras de segurança instaladas no local.