Motorista foi encontrado em posto de combustível

Um casal que trafegava de moto com o filho de nove meses foi atingido por um carro na BR-367, em Porto Seguro, na noite de domingo (11). 

O motorista do automóvel fugiu do local do acidente, sem prestar socorro às vítimas, mas pouco tempo depois a Polícia Rodoviária Federal o prendeu em um posto de combustível às margens da mesma rodovia. 

[ads id="ads1"]

Segundo os agentes, o acusado trocava um dos pneus do carro, que ficou muito danificado. “Inicialmente, ele negou que estivesse na condução, mas sua versão foi desmentida pelos familiares que o acompanhavam no veículo”, disse um policial.

Acusado trocava pneu do carro quando foi preso

Além disso, frisa o PRF, o homem apresentava sinais evidentes de embriaguez alcoólica, mas se recusou a ser submetido ao teste com o bafômetro. "Os próprios familiares testemunharam que ele fez uso de bebida alcoólica", destacou.

O casal e o bebê foram atendidos no Hospital Luís Eduardo Magalhães. Os pais sofreram diversas fraturas, já o bebê teve escoriações e pequenos arranhões, além de uma lesão em um dos pés. 

Carro ficou avariado após acidente

O acusado, que tem 30 anos e não teve o nome divulgado, relatou que decidiu fugir em razão de ser motorista profissional e por temer perder sua carteira de habilitação.

[ads id="ads2"]

Acusado de omissão de socorro, lesão corporal culposa na direção de veículo automotor e fuga do local do acidente, o motorista foi encaminhado para prestar depoimento no plantão da Polícia Civil. 

Em contato com a reportagem do RADAR 64, a mulher do motorista declarou que, além de levar uma criança na moto, esprememida entre duas pessoas, o motociclista não possuía carteira de habilitação.
"As motos estavam com os farois apagados. 

OUTRO LADO Em contato com a reportagem do RADAR 64, a mulher do motorista – que também estava no carro, declarou que, além de levar um bebê na moto, espremido entre duas pessoas, o motociclista não possuía carteira de habilitação. “Vimos claramente que a moto estava na contramão. Também chovia muito e a pista, que passa por reforma, estava sem sinalização”, disse ela. No Palio também viajava o bebê do casal, de nove meses.