Mais de cinco mil pessoas serão beneficiadas com a Unidade Básica de Saúde do Residencial Arnaldão, em Eunápolis. A UBS, viabilizada com recursos próprios, foi inaugurada na manhã desta terça-feira (13). 

A solenidade contou com a presença da primeira-dama Cláudia Oliveira, dos secretários de Saúde Jairo Júnior, e de Assistência Social, Margot Kunzendorff, além de outros profissionais.

A unidade também vai atender moradores do Assentamento 2 de Julho e do bairro Nacional. 

 Comunidade terá à disposição diversos serviços de saúde

Quem precisava se deslocar cerca de dois quilômetros até bairros vizinhos para ter acesso aos serviços de saúde, comemorou a implantação de uma unidade mais perto de casa.

[ads id="ads1"]

“Eu era atendida na unidade do bairro Alecrim I. Era ruim, pois eu tenho diabetes e preciso medir a glicemia três vezes ao dia, então eu tinha que me deslocar a pé até a outra unidade. Com o posto perto da minha casa, vai ser muito melhor”, disse a doméstica Gretchen Ramos dos Santos, de 38 anos, que mora no Arnaldão.

Moradores andavam muitos quilômetros em busca de atendimento

A comunidade terá à disposição diversos serviços de saúde, como consultas com médicos e dentistas, vacinação para humanos e animais, triagem, distribuição de medicamentos, dentre outros. 

“Estar aqui inaugurando essa unidade no Arnaldão nos enche de alegria, pois todas as 26 estruturas, com essa de hoje, foram entregues pela nossa gestão. Aqui no Residencial Arnaldão tem cerca de 1.500 famílias, mas o Ministério da Saúde prevê que a localidade tenha pelo menos 2.500 famílias para bancar o funcionamento da unidade. Sendo assim, A UBS Arnaldão será custeada com recursos próprios”, explicou o secretário de Saúde, Jairo Júnior.

[ads id="ads2"]

A Unidade Básica de Saúde funcionará com atendimento misto, prestando serviços também da Secretaria de Assistência Social. 

Bairro também terá serviços do Cras

“Estamos aqui com a extensão do CRAS - Centro de Referência de Assistência Social. Iremos realizar os atendimentos psicossociais individualizados, encaminhamentos para diversos serviços da rede, atendimento aos idosos, crianças e mulheres, seguindo todos os protocolos de saúde”, frisou a secretária de Assistência Social, Margot Kunzendorff.