quinta-feira, 1 de outubro de 2020

Evangélicos pedem nome ‘terrivelmente de direita’ no Supremo

Lideranças evangélicas manifestaram desconforto com a opção do presidente Jair Bolsonaro para a vaga do ministro Celso de Mello no Supremo Tribunal Federal. 

[ads id="ads1"]

O pastor Silas Malafaia, da Assembleia de Deus, reclamou do convite feito ao desembargador Kassio Nunes: “Não precisava ser evangélico porque nós já sabíamos, mas um cara terrivelmente de direita, só isso”. Parlamentar da bancada evangélica citou suposta relação de Nunes com o PT.

Silas Malafaia

No ano passado, Bolsonaro havia prometido indicar um nome “terrivelmente evangélico” ao Supremo. Há cerca de um mês, o presidente comunicou aos aliados religiosos que o grupo teria de esperar uma segunda vaga. Ao longo do mandato de Bolsonaro, o ministro Marco Aurélio de Mello também deixará a Corte.

[ads id="ads2"]

Bastidores: Kassio Nunes se reuniu com Bolsonaro para tentar a indicação para o Superior Tribunal de Justiça (STJ) e foi surpreendido com o convite para o STF. Ele chegou a corrigir o presidente, que reforçou a intenção de levá-lo à mais alta Corte do país.

Marcadores: ,