quarta-feira, 7 de outubro de 2020

CNE aprova medida que libera ensino remoto até dezembro de 2021

Medida prevê uma reorganização flexível

O Conselho Nacional de Educação (CNE) aprovou parecer que permite a continuidade do ensino remoto até dezembro de 2021, caso seja opção das redes pública e privada. 

[ads id="ads1"]

A proposta aprovada recomenda que os sistemas de ensino não reprovem os estudantes, medida considerada importante para evitar a evasão escolar. O texto precisa ser homologado pelo Ministério da Educação.

A medida prevê uma reorganização flexível, com a possibilidade de fusão dos anos escolares. A proposta é chamada de “continuum escolar”. São Paulo e Espírito Santo já anunciaram que adotarão o ano contínuo.

[ads id="ads2"]

O parecer também delibera sobre a volta às aulas presenciais, a carga horária mínima, o controle da frequência dos estudantes e a possibilidade de um quarto ano no ensino médio.

Marcadores: ,