quinta-feira, 17 de setembro de 2020

Esmagado por esteira: Usina diz que funcionário entrou em local proibido

Usina Santa Cruz emitiu nota sobre morte do funcionário

A Usina Santa Cruz emitiu, nesta quinta-feira (17), uma nota de esclarecimento sobre a morte do funcionário Vinícius Santos Gomes, de 19 anos, que foi esmagado por uma esteira enquanto trabalhava na empresa, na zona rural de Santa Cruz Cabrália. O acidente ocorreu tarde de terça-feira (15).

“Como segurança é um valor para todos nós, a investigação das causas do acidente já começou, uma vez que o local [do acidente] não deveria ser acessado. Aguardamos a conclusão das apurações”, diz um trecho da nota.

[ads id="ads1"]

Ainda conforme o comunicado, a usina disponibilizou toda assistência à família de Vinícius, bem como apoio aos colaboradores do setor. A nota foi assinada pelo gerente-geral da empresa, Carlos Melo, e pelo gerente de Relação Institucional, Marcos Antônio Lemos.

Vinícius Santos Gomes, de 19 anos, que foi esmagado por uma esteira

O CASO - Segundo apuração da reportagem, Vinícius Santos Gomes caiu na esteira de moenda de cana, após a base de ferro onde ele estava desabar. Ainda não se sabe o que fez a estrutura ceder.

Vinicius foi esmagado pela engrenagem que faz o processo de levar o bagaço da cana até a caldeira. Funcionários que presenciaram o acidente chegaram a interromper o funcionamento da máquina para tentar salvar o jovem, mas ele já estava morto.

[ads id="ads2"]

A polícia vai aguardar o laudo pericial para saber se o jovem usava EPIs – Equipamentos de Proteção Individual e se a placa de ferro que desabou apresentava falta de manutenção. Os responsáveis pela usina podem ser processados por homicídio culposo – quando não há intenção de matar.

Marcadores: , ,