Desemprego alcançou cerca de 13,1 milhões de pessoas

Entre abril e julho, em meio à pandemia do coronavírus, faltou trabalho para 32,9 milhões de brasileiros, segundo a Pnad Contínua, divulgada pelo IBGE. 

[ads id="ads1"]

Nesse período, informa O Globo, o país atingiu recorde na taxa de desemprego, que alcançou 13,8% — cerca de 13,1 milhões de pessoas.

Levantamento da consultoria iDados mostra que o impacto da pandemia foi muito maior do que o registrado em outras crises nos últimos 30 anos.

[ads id="ads2"]

Em paralelo: dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) mostram que o país registrou a abertura de 249.388 vagais de trabalho com carteira assinada em agosto. É o segundo mês com saldo na criação de postos formais.