Os dois motoristas que foram flagrados brigando na orla norte de Porto Seguro, esta semana, afirmaram que a confusão não teve como motivo a disputa por passageiros, mas por problemas pessoais que envolveram a venda de um veículo.

Eles explicaram que fizeram uma negociação entre si. Um vendeu o carro para que, em troca, o outro desse uma moto e R$ 2 mil. Mas o acordo não teria dado certo.

O homem que aparece abordando um carro azul e agredindo o motorista disse ainda que a briga foi intensificada porque o colega teria difamado ele nas redes sociais.

Por causa da situação, a Secretaria de Trânsito e Serviços Públicos, junto com a Guarda Municipal e Polícia Militar, fez uma operação na cidade. 12 veículos foram apreendidos por irregularidades como problema na documentação ou condutores sem habilitação para exercer atividade remunerada.

O transporte alternativo em Porto Seguro é liberado desde que as pessoas estejam autorizadas. Até o momento, cerca de 90 motoristas têm essa autorização. Apesar disso, por causa da pandemia, quando os ônibus deixaram de circular com frequência, tem crescido o número de motoristas do transporte clandestino.

O secretário contou ainda que os dois homens envolvidos na confusão não têm autorização para fazer transporte. “Nós sabemos que aquela rua tem muito movimento e eles aproveitam - o pessoal do transporte clandestino -, para disputar passageiros”, afirmou o secretário.

Com informações da TV Bahia