A Veracel Celulose, indústria que atua na região da Costa do Descobrimento, no Sul da Bahia, convida a todos para assistirem ao festival da comunidade indígena pataxó ARAGWAKSÃ, que significa lugar sagrado de grande conquista. O evento ocorre sexta-feira (31/07) e sábado (1º de agosto). Para segurança das comunidades, o tradicional encontro, que chega à sua 22ª edição, será fechado ao público e transmitido pela internet, via live no Facebook do Instituto Pataxó de Etnoturismo.

O festival, que representa a luta da comunidade indígena pataxó Reserva da Jaqueira, tem por objetivo o fortalecimento da cultura por meio de danças e cantos, rituais sagrados, batismo, orações e com a presença de anciãos, jovens e lideranças. Na programação deste ano, está prevista uma live com Arany Santana, Secretária de Cultura do Estado da Bahia, lideranças pataxós e parceiros.

"No ano passado, realizamos uma grande festividade onde passaram mais de mil pessoas durante os dias do evento. Neste ano, por conta da pandemia da Covid-19, não arriscaremos as nossas comunidades e, para não cancelarmos o evento, que representa uma conquista para a luta pataxó, tivemos muita coragem para transformá-lo em 100% online. Dessa maneira, o ARAGWAKSÃ será feito, presencialmente, apenas com a comunidade pataxó da Reserva Pataxó da Jaqueira e os convidados, assim como todo o púbico, poderá acompanhar todo o encontro através da internet, em tempo real, via live no Facebook", afirma Eunice Britto, diretora da Etno Consultoria, que realiza, junto à Veracel Celulose, um trabalho na região. 


"Para este ano, realizaremos oresú, nossas orações sagradas, para que possamos fortalecer nossas espiritualidades e agradecer pela vida, para que tudo isso passe logo. Também faremos uma reflexão com o tema Resistência da Espiritualidade Indígena, diante do cenário atual de pandemia. Nosso objetivo é transmitir boas vibrações para as pessoas e dizer que, juntos, passaremos por toda essa grande dificuldade. Com nossos canticos de amor, esperança e paz para ajudar quem mais precisa”, afirma Syratã Pataxó, cacique da aldeira Reserva Pataxó da Jaqueira.

A Aldeia da Reserva da Jaqueira está localizada em uma área de 827 hectares, onde vivem 34 famílias. A comunidade desenvolve trabalhos de etnoturismo sustentável, de preservação do meio ambiente e atividades culturais, gerenciadas pelo Instituto Pataxó de Etnoturismo.

"Diante dessa situação, montamos nosso planejamento com uma programação diferente de todos os anos anteriores. Nesta edição, vamos fortalecer o nosso projeto de etnoturismo, que envolve a cultura ambiental e social da nossa comunidade pataxó. Também já estamos nos preparando para o Aragwaksã do próximo ano, e será um grande encontro, temos certeza ", afirma Juari Braz Bomfim, presidente do Instituto Pataxó de Etnoturismo e secratário de assuntos indígena do município de Santa Cruz Cabralia.


Para 2021, os organizadores do evento buscam fortalecer as parcerias, com o objetivo de planejar uma grande festa. “Dias melhores virão. Com eles, queremos que muitas pessoas possam se preparar para vir conhecer nossa comunidade, sentir de perto nossa cultura e espiritualidade e a natureza que nos cerca. Queremos passar para o mundo que precisamos nos unir, cada vez mais. Nossas passagens na Terra são rápidas, por isso devemos aproveitar ao máximo para ajudar”, complementa o cacique pataxó.  

Para Renato Carneiro Filho, diretor de Sustentabilidade e Relações Corporativas da Veracel Celulose, é de suma relevância o apoio e a contribuição de todos para que o evento siga no calendário anualmente, como referência da resistência pataxó e indígena. “Esse evento não é apenas local, é nacional. Como brasileiros, precisamos conhecer a cultura de nossos ancestrais e valorizar as pessoas com um propósito verdadeiro e maior: de pertencimento ao nosso país. Contamos com a participação de todos neste ano, de suas casas. Essa causa é humana e nacional”, reforça o diretor da Veracel, empresa que apoia o evento há 11 anos.

AGENDA – ARAGWAKSÃ PATAXÓ 2020

Dia 31 de julho (sexta-feira)
11h - Confraternização com as famílias
12h - Oração de Agradecimento
13h - Almoço
14h - Live com os parceiros da Jaqueira
17h - Fogueira com contos e histórias
18h - Awê Sagrado

Dia 1º de agosto (sábado)
8h - Café-da-manhã
09h - Awê de abertura (live)
10h - Batismo
12h - Almoço
14h - Palestra sobre o Aragwaksã
16h - Grande Awê final