A prefeitura de Porto Seguro interditou na tarde desta quinta-feira (04), inicialmente por 14 dias, o hipermercado Mineirão Atacarejo, na BR-367, entrada da cidade. A ação ocorreu depois que um surto de coronavírus foi constatado entre funcionários da empresa.

Segundo a prefeitura, a partir de um trabalho realizado pela Vigilância Sanitária, foram identificados 16 funcionários que testaram positivo para Covid-19 na empresa. Outros 31 casos suspeitos estão sendo investigados.

Os agentes sanitários estiveram no local após denúncias. 174 funcionários foram testados. Três deles, com diagnóstico positivo da doença, já estavam afastados.

A Secretaria de Saúde informou que foi uma medida preventiva que visa interromper a cadeia de transmissão do vírus dentro do estabelecimento, entre os funcionários, colaboradores com comorbidade, gestantes e familiares de todos os que atuam na empresa e também os clientes.

O local permanecerá fechado, conforme a prefeitura, até que realize todas as medidas do protocolo, como a testagem de funcionários e colaboradores, a sanitização dos ambientes por empresa especializada e a apresentação de um plano de contingência que defina como o hipermercado voltará a funcionar garantindo a segurança e a saúde de todos os funcionários.

A direção do Mineirão Atacarejo ainda não se posicionou sobre a interdição.

Em seu boletim diário, divulgado nesta quinta-feira (04), a Secretaria de Saúde de Porto Seguro informou que o número de casos confirmados no município saltou para 172. Cinco pacientes estão internados e 121 em isolamento respiratório.