O prefeito de Eunápolis, Robério Oliveira, se reuniu com executivos da Caixa nesta na manhã desta quinta-feira (14). No encontro, o prefeito pediu a suspensão, por 90 dias, da cobrança dos empréstimos, com desconto em folha, que os servidores municipais contraíram junto ao banco estatal.

Segundo o prefeito, a medida tem o objetivo de diminuir o impacto que os funcionários sentiram em suas finanças, pois alguns benefícios atrelados aos salários foram retirados temporariamente, por conta da crise econômica provocada pela pandemia do coronavírus.

"O município não realizou corte nos salários reais do servidor, apenas suspendeu benefícios e gratificações, por isso, alguns sentiram um grande impacto em suas finanças devido à cobrança dos empréstimos consignados, que se baseavam no valor salarial com benefícios e vantagens", explica o prefeito.


Durante o encontro, informou Robério, o superintendente-executivo Raul Tozo e os gerentes-gerais de rede, Rodrigo Silva e Adelson Farias, acenaram positivamente para a proposta. "Eles afirmaram que a solicitação será encaminhada para aprovação do departamento jurídico da Caixa, para que a suspensão possa ser autorizada", disse o prefeito.

Robério declarou ainda que o país enfrenta uma séria crise, devido à pandemia e que a redução das despesas é, neste momento, a única maneira das prefeituras organizarem suas finanças, para que não faltem recursos para serviços essenciais, principalmente para a saúde.

"Este é um momento difícil para todos, que exige de nós sacrifícios, sensibilidade e parcerias. Precisamos entender que, com os esforços de todos, superaremos essa situação tão inesperada”, concluiu o prefeito.