Com as prisões de Farlley da Silva Cruz, 32 anos e João Batista Ferreira Freitas, 51, a Polícia Civil diz ter esclarecido o assassinato brutal de um casal em Guaratinga.

Farlley foi detido quinta-feira (14) pela manhã, naquele município, em cumprimento a um mandado de prisão expedido pela justiça local.

Durante o depoimento, ele acabou confessando que agiu em companhia de João Batista, que também acabou detido. A polícia já pediu a sua prisão. A justiça analisa.


Ramiro Silva de Deus, 35 anos e sua mulher Eriane Machado dos Santos, de 26, foram mortos dentro de casa, a tiros e golpes de faca. O crime ocorreu em outubro de 2019, no povoado de Barra Nova.

Farlley declarou, durante o depoimento, que por já ter sido casado com Eriane, Ramiro sempre o ameaçava de morte, daí porque resolveu matar os dois.