A Guarda Municipal e a Polícia Militar foram acionadas na noite deste sábado (23) para interromper uma festa de aniversário em um sítio na Colônia, a cerca de cinco quilômetros do centro de Eunápolis.

Assim como em muitos municípios do país, está em vigor em Eunápolis um decreto que proíbe a aglomeração de pessoas, como medida de evitar a propagação do novo coronavírus.


No local, havia cerca de 80 pessoas, inclusive adolescentes e uma mulher com um filho de menos de dois anos. "Ninguém usava máscara ou qualquer outro tipo de proteção contra o vírus", disse um agente da Guarda ao RADAR 64.

A polícia apreendeu todas as bebidas, além de diversos cigarros de maconha e um lança-perfume.

A aniversariante, Émile Almeida, 20 anos, foi levada para prestar depoimento na Central de Flagrantes da Polícia Civil.


Ela declarou que alugou o sítio porque o local tinha capacidade para comportar mais pessoas, no entanto, disse desconhecer o decreto que proíbe aglomerações. "Achei que a proibição fosse somente depois das 20h", disse ela.

Émile Almeida, segundo um guarda municipal, informou que usou o dinheiro do benefício do Auxílio Emergencial para comprar as bebidas.


O responsável pelo sítio foi multado em dois salários mínimos. A propriedade foi interditada. Perguntado pela polícia se tinha conhecimento das restrições a aglomeração de pessoas, ele preferiu ficar em silêncio. O aluguel custou R$ 500,00.

Os convidados da festa foram liberados.

A Guarda Municipal informou que recebeu a denúncia por volta das 19h30 e foi ao local, juntamente com a Polícia Militar, averiguar a informação. O evento acontecia desde o meio-dia.