A Prefeitura de Eunápolis publicou, nesta sexta-feira (22), um novo decreto com medidas mais duras de contenção à disseminação da Covid-19. 

O município já é o epicentro do coronavírus na região, com 84 casos confirmados até a noite desta quinta-feira (21) e registra contaminação comunitária.

O decreto 9.050, que foi discutido pelo prefeito Robério Oliveira em videoconferência com representantes da Justiça, do Ministério Público, da Segurança Pública, do comércio e de órgãos municipais de saúde, traz, entre as suas principais determinações, a proibição da circulação de veículos e pessoas em vias públicas das 20h às 5h.


A exceção é para veículos ou pessoas que estejam em deslocamento a hospitais, farmácias e ao trabalho. Conforme o decreto, a circulação de veículos de serviços de entrega de alimentos em casa fica permitida até às 23h.

Também ficou definido que a suspensão das atividades comerciais não essenciais será prorrogada até 9 de junho.

“Este é um decreto que eu não gostaria de estar assinando, pois sei o quanto todas essas medidas vão impactar na vida do eunapolitano. Mas preciso agir com responsabilidade e por mais difícil que seja essa decisão para mim, volto a repetir que cada vida eunapolitana importa. Teremos significativos impactos econômicos. Somente para Prefeitura a previsão de queda nas arrecadações é de mais de R$ 38 milhões. Porém, neste momento, sigo os dados científicos. Não existe cura, nem remédio para esta doença. A única saída para salvarmos vidas é o isolamento social", afirmou o prefeito.


Ainda na reunião, o prefeito Robério apresentou as medidas que o município vem adotando, junto ao governo do estado, para que Eunápolis disponha de 10 leitos de UTI e 20 de enfermaria, proporcionando maior segurança no tratamento da Covid-19.

O prefeito explicou que o município está adquirindo 10 novos respiradores para estabilização de pacientes e um centro municipal de triagem para doenças respiratórias. 


PRESENTES DA REUNIÃO

Participaram da reunião, os juízes Otaviano Sobrinho, Roberto Freitas e Jeferson Castro, o promotor de justiça Helber Luís, o comandante da 7ª CIPM Vagner Ribeiro, o coordenador da Polícia Civil Moisés Damasceno, o presidente da CDL Fabrício Ramos, o presidente do Sindicomércio Erivelton Ribeiro, a presidente do SINCOM Solineide Lima, os secretários municipais de Saúde Jairo Júnior, Administração Luís Otávio Borges e Finanças/Planejamento Valdiran Marques, além dos coordenadores do Comitê de Enfrentamento à Covid-19, o médico pneumologia André Negrelli e a enfermeira Kelly Rebouças.