Os leitos de UTI do Hospital Estadual Luís Eduardo Magalhães, em Porto Seguro, destinados exclusivamente ao tratamento de pessoas com Covid-19, alcançaram lotação máxima na noite de domingo (24).

A informação consta de um comunicado urgente que a diretoria técnica do hospital enviou para a IGH - empresa que administra a unidade hospitalar, para o secretário de Saúde de Porto Seguro, Kerrys Ruas e para a Central Regional do Samu, em Eunápolis.

No documento, a diretoria do Luís Eduardo Magalhães informa que os 10 leitos estão ocupados por cinco pacientes oriundos de Eunápolis, três de Porto Seguro e dois de Itabela.

O hospital solicita o apoio das instituições para encaminhar os pacientes críticos para outras unidades de referência na Bahia, através do sistema estadual de regulação.

O pronto atendimento do Hospital Luís Eduardo, diz o documento, mantém a operacionalidade para receber e estabilizar possíveis novos casos, que deverão ser prontamente transferidos, conforme orientação da Central de Regulação Estadual.

O Hospital Luís Eduardo Magalhães é referência no tratamento da Covid-19 nos oito municípios que compõe a Costa do Descobrimento: Porto Seguro, Santa Cruz Cabrália, Belmonte, Itapebi, Itagimirim, Eunápolis, Itabela e Guaratinga.

Até domingo (24), Eunápolis contabilizava 95 casos confirmados de coronavírus, seguido por Porto Seguro, com 60. Itabela registrava quatro casos.