Alegando ser vítima de calunia e crimes de imprensa, o vereador Gildair Almeida, de Eunápolis, registrou um boletim de ocorrência contra o blogueiro Maxsuel Dias, por divulgar notícia falsa informando “que o pagamento de despesas de viagem de Gildair foram autorizadas indevidamente pelo presidente da Casa, Jorge Maécio, para o Rio de janeiro, lugar onde, ainda segundo o dono da página, não havia agenda ou assuntos de interesse do município de Eunápolis.”

Consta no Boletim de Ocorrência de nº 20-01590, registrado na 1ª Delegacia Territorial de Eunápolis, uma farta documentação entregue ao delegado Eridelson Bastos, comprovando que a viagem a Brasília foi realizada para atender aos interesses do município.

Cópias desses documentos estão disponibilizadas em anexo. São elas: bilhete de viagem a Brasília,  declaração de destino, emitida pela empresa Viadur Turismo, e de declaração de hospedagem em Brasília, emitida pelo hotel.

De acordo com Gildair, “a armação foi divulgada no dia 13 de abril e obteve ampla repercussão nas redes sociais, sem que o editor do site houvesse procurado provas ou mesmo dado chance de defesa, contribuindo para macular a imagem do parlamentar na cidade, haja vista que Maxsuel Dias teria utilizado sua página pessoal do Facebook, além de redes de WhatsApp para acusar levianamente o vereador”.

Gildair Almeida esteve na delegacia acompanhado pelo presidente da Câmara de Vereadores de Eunápolis, Jorge Maécio,  já que o nome da instituição foi envolvido e o dele próprio, apontado no texto como conivente ou mesmo cúmplice de possíveis mazelas contra o erário.