Como forma de cooperar para o enfrentamento da pandemia do coronavírus e seus efeitos na região, a Suzano e a Veracel Celulose, em parceria, lançam um conjunto de ações que incluem a montagem de um hospital de campanha na cidade de Teixeira de Freitas, que contará com 20 leitos de UTI.  A iniciativa inclui a doação de 20 respiradores, fixos e móveis, e toda a estrutura física que será construída contígua ao Hospital Municipal de Teixeira de Freitas. A manutenção da unidade será realizada pelo Governo do Estado.

Além dessas iniciativas em parceria com a Suzano, a Veracel está implementando um conjunto integrado de ações, com diversas frentes de atividades. A companhia adotou uma série de medidas de prevenção e ajustes na rotina de trabalho, dentro do compromisso de não medir esforços para assegurar a segurança e o bem-estar de seus colaboradores. Também está organizando iniciativas coletivas de apoio às comunidades locais, em parceria com outras empresas, autoridades, universidades, movimentos populares e organizações sociais.

As medidas fazem parte do cuidado da companhia com a sua região onde atua. O objetivo é estender o auxílio ao máximo possível de comunidades vulneráveis, considerando uma avaliação minuciosa quanto às suas necessidades específicas para esse momento de emergência. Assim, as iniciativas estão sendo planejadas dentro desse foco, com o apoio de parceiros e de líderes comunitários e em comum acordo com os mesmos.

Entre as iniciativas, a Veracel organizou uma ação conjunta com empresas parceiras para a doação de mais de 86 mil itens de saúde e higiene para as secretarias de Saúde dos municípios de Porto Seguro e Eunápolis. Os materiais doados incluem itens como máscaras descartáveis, toucas, luvas cirúrgicas, óculos de proteção e aventais.

Outra ação é a doação de hipoclorito de sódio, na concentração de 2,5% de cloro, substância utilizada para a desinfecção de ambientes e com as mesmas características da água sanitária de uso doméstico. Dentro do volume adquirido para essa ação, a Veracel já distribuiu 30 mil litros do produto, para as secretarias municipais de Saúde das 11 cidades onde está presente, Eunápolis, Canavieiras, Belmonte, Guaratinga, Itabela, Itagimirim, Itapebi, Mascote, Potiraguá, Porto Seguro e Santa Cruz Cabrália, também em parceria com outras companhias, para colaboração técnica e logística.

Ações de curtíssimo, curto e médio prazo com foco na segurança alimentar das comunidades mais vulneráveis também estão sendo planejadas e organizadas pela empresa, com a parceira técnica da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq), da USP, e da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), que já atuam nos projetos de agricultura familiar da Veracel, além de movimentos populares e organizações sociais, bem como juntamente com a Consultoria Etno, que atende a comunidades tradicionais, dentre elas, as 33 aldeias indígenas dentro da área de atuação da empresa.

Uma delas, de curtíssimo prazo, é de ajuda humanitária e emergencial: a doação de alimentos e itens de higiene básica está em curso para atender as demandas imediatas de algumas comunidades. Aproximadamente 2.500 famílias serão atendidas. Como forma de contribuir com a segurança das famílias na higienização de alimentos e na potabilidade da água utilizada no dia a dia, essas comunidades também receberão hipoclorito de sódio (água sanitária) e orientações de uso.

Também está em curso uma articulação entre uma rede de costureiras, associações comunitárias e pequenos empreendedores dos municípios da região para a confecção de 15 mil máscaras caseiras, que já estão sendo doadas a funcionários da Veracel e a empresas parceiras. Essa ação colabora para a geração de renda local.

Várias outras iniciativas estão em estruturação. São ações diversas, embasadas pelo olhar da economia criativa, voltadas, por exemplo, para o aproveitamento da produção e da mão de obra locais das comunidades, favorecendo a manutenção de iniciativas que continuam previstas nos projetos de agricultura familiar e visando a geração de renda e soluções colaborativas entre as comunidades. Todas as medidas em estudo buscam cocriar alternativas socioeconômicas contra os problemas gerados pela Covid-19 nessas localidades.

Além de todas essas iniciativas, a empresa está em permanente contato com as autoridades, no sentido de apoiar o poder público e de contribuir com as ações de contenção da disseminação do novo coronavírus no Extremo Sul da Bahia.