A crise provocada pelo coronavírus levou a AR Turismo a demitir, na última terça-feira (31), centenas de funcionários que operam em Porto Seguro, em parceria com a CVC Viagens. De acordo com a empresa, as companhias aéreas e outros serviços de turismo estão em colapso, com a suspensão temporária de viagens e fechamento de hotéis.

Em um vídeo que circula nas redes sociais, um funcionário da AR Turismo lê a rescisão e a justifica. “Nos próximos meses a gente tem uma indefinição muito grande, porque a gente não sabe o que vai acontecer. Então, uma decisão errada que a empresa tome neste momento, lá na frente a gente não consegue se reerguer. Ninguém. Pois não tem empresa pra trabalhar”, disse.

A AR Turismo emitiu nota a respeito e explicou que as demissões se deram, de fato, por conta da redução de voos e fechamento de hotéis. A empresa afirmou ainda que “honrará com todas as suas responsabilidades, incluídas aí as verbas rescisórias devidas aos seus funcionários”. O número exato de demissões não foi confirmado.

A empresa explica também que a decisão foi exclusiva da AR Turismo, “não tendo influência de quaisquer outros parceiros de negócios”.

Já a CVC emitiu a seguinte nota: “Atualmente, Porto Seguro é um dos principais destinos de férias escolhidos pelos clientes da operadora, tanto na alta como na baixa temporadas, e a CVC espera que a atividade de turismo possa ser restabelecida no mundo o mais breve possível, para que essa importante atividade econômica continue a gerar empregos, renda e divisas para a sociedade”, diz nota.